Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

LIBERAÇÃO PARA MATAR


BEATRIZ FAGUNDES, REDE PAMPA, O SUL
Porto Alegre, Quarta-feira, 04 de Janeiro de 2012.


Se você tem endereço fixo, carteira assinada e nenhum antecedente criminal, está liberado para matar, não apenas dirigindo bêbado, mas de qualquer forma.

Recebi algumas mensagens de leitores garantindo que a impunidade não é uma prerrogativa garantida aos assassinos do trânsito, caso tratado aqui da modelo e do vereador que, alcoolizados, foram responsáveis pela morte de duas pessoas no Litoral Norte, os quais já estão com liberdade garantida por decisão judicial.

Segundo a maioria, se você tem endereço fixo, carteira assinada e nenhum antecedente criminal, está liberado para matar, não apenas dirigindo bêbado, mas de qualquer forma. O ideal, segundo os especialistas, é fugir do flagrante, mas, se não for possível, basta confessar o crime e entregar a arma para o delegado e depois ir ao cinema.

Pode ser que uma fiança seja definida, mas daí basta ficar prevenido e guardar alguns tostões para a ocasião. Tudo organizado, basta definir quem você gostaria de ver eliminado do planeta e mãos à obra!

Apenas fique ligado para não resolver matar um desafeto metido a "caçador", já que se em meio a uma caçada proibida de algum animal silvestre você errar o tiro e acertar em uma presa do tipo jacaré do papo amarelo, o crime é ambiental, prisão inafiançável com pena prevista de três anos em regime fechado! Parece piada?

Pergunte para alguém entendido na legislação brasileira e confirme essa realidade deprimente. Ah, não se esqueça de garantir um bom advogado, já que daí a certeza de liberdade será absolutamente previsível e garantida. Não é culpa da polícia ou do Ministério Público ou mesmo do juiz, a culpa é da legislação.

Mas, insisto, não se esqueça de contratar um bom advogado, pois pode ser que o juiz seja rigoroso e conservador e daí tudo pode mudar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário