Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

segunda-feira, 26 de março de 2012

AUXÍLIO-MORADIA A JUÍZES: OPINIÃO LEITORES

ZERO HORA: DO LEITOR, 24/03/2012

Como você avalia o pagamento de auxílio-moradia a juízes?


Cada juiz(a) deve pagar o aluguel da sua moradia, como acontece com todo cidadão em nosso país.Ivanor Pedro Schneider, Advogado – Não-Me-Toque

Quando a transferência requer mudança de domicílio, o direito é 25% a mais no salário ou auxílio-moradia.Izane Mathos, Comerciária – Porto Alegre

O Brasil é um país engraçado, “somos todos iguais perante a lei”. Todos têm os mesmos deveres. Agora, direitos, só alguns privilegiados. Como os juízes. Edy Maria Mussoi, Dona de casa – Porto Alegre

Acho justo receberem o auxílio-moradia pela importância do cargo que exercem. Vanderlei Rocha Alves, Alegrete

Concordo, desde que todos os que ganham menos que os juízes também sejam agraciados com o benefício. Carlos Siqueira, Policial – Ajuricaba

Ou o auxílio-moradia para de ser pago imediatamente aos juízes, ou daqui a algum tempo, se é que já não pensaram nisso, vamos ter de arcar também com auxílio-gasolina, auxílio-rancho etc. Milton Ubiratan Rodrigues Jardim, Aposentado – Torres

Todas as nossas dúvidas sobre pagamentos legais ou ilegais são julgadas pela Justiça, assim como o pagamento do auxílio-moradia dos juízes. Então, não adianta ninguém achar nada. Benhur Oliveira Branco, Aposentado – Cruz Alta

Acho justo. O problema não é pagar algo a eles que têm um trabalho de muita responsabilidade. O problema é não dar o mesmo auxílio a outros que precisam tanto quanto ou mais do que eles. Gustavo Gonçalves, Porto Alegre

É no mínimo um escândalo, para não usar termo mais forte. Loane da Fonseca, Dona de casa – Porto Alegre

Acho justo, já que os juízes são constantemente transferidos. Cada vez que troca de cidade no Interior, seu aluguel é sempre consideravelmente aumentado. Paulo Fernando Teixeira. Aposentado – Viamão

Em um Estado em que funcionários públicos de outras autarquias são massacrados com a defasagem salarial, pagar auxílio-moradia para quem já tem um salário médio de mais de R$ 20 mil por mês é um absurdo. Celso Scheuer, Funcionário público – Panambi

Um deboche ao contribuinte.Saul Vidor, Empresário – Porto Alegre

É um deboche, uma total falta de respeito com quem ganha pouco. Sou contrária a esse benefício. Ângela de Abreu Rodrigues, Funcionária pública – Alvorada

Eu avalio como mais um dos tantos absurdos que imperam nesse país. Se juiz recebe auxílio-moradia por que os outros servidores também não recebem? Ana Contessa, Estudante – Porto Alegre

Considero um desrespeito, mesmo estando dentro de uma suposta legalidade. Me parece uma tentativa de ganhar dinheiro sem esforço. Leandro de Godoy Borges, Veterinário – Lajeado

Um juiz, que ganha mais de R$ 20 mil por mês devia se envergonhar de ter seu aluguel custeado por impostos pagos por um trabalhador que recebe um salário mínimo e que tem que pagar pelo aluguel do barraco onde mora. Eduardo Osório, Pelotas

Acho ótimo, mas tenho a convicção que o auxílio deve ser estendido a todos os funcionários do Poder Executivo. Osvaldo Freitas Grossmann, Funcionário público – Brasília

Ilegal, imoral, corporativo e afrontoso na forma como foi pago e concedido. O auxílio-moradia era previsto para pagar por aluguel de moradia fora do domicílio familiar e foi extinto pelo subsídio, o que acho errado, pois se trata de um auxílio pertinente e específico. Jorge Bengochea, Coronel da BM – Porto Alegre

Com repugnância. Esse auxílio-moradia deveria ser pago a pessoas doentes e de idade, que trabalharam uma vida inteira e por ganharem um salário minúsculo não tiveram condições de comprar uma casa. Alda Pegoraro Roeder, Dona de casa – Nova Prata

Depois de dois meses de férias, não faz mal nenhum estabelecer um décimo-quarto salário, auxílio-moradia, auxílio-sapato, auxílio-escova-de-dentes, auxílio... Parece que eles ainda não sabem que moram no Brasil. Gemil Camini, Aposentado – Venâncio Aires

Para os professores , os policiais e a saúde, cada vez menos; para os abonados financeiramente, cada vez mais. Pobre pátria...José Carlos Lucas, Professor – Porto Alegre

2 comentários:

  1. Avalio como uma espécie de peculato.
    Alvaro Antonio Bof - Advogado - OAB/RS: 26.289

    ResponderExcluir
  2. Avalio Como uma especie de PECULATO.

    ResponderExcluir