Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

IMPUNIDADE - FAMÍLIA DE VÍTIMA DE ASSASSINATO PROTESTA POR JUSTIÇA E SEGURANÇA


UM MÊS DE LUTO. Família de fotógrafa faz protesto por justiça - ZERO HORA 19/09/2011

Um dia antes de o assassinato da fotógrafa Maria Cristina da Silva Vieira, 52 anos, completar um mês, amigos e familiares da vítima saíram às ruas de Porto Alegre para pedir justiça e mais segurança. Com cartazes, eles caminharam da Usina do Gasômetro até a Igreja Nossa Senhora da Assunção, na zona sul da Capital, ontem.

O protesto foi organizado por companheiros de caminhada do marido de Maria Cristina, o funcionário público Sérgio Vieira, 55 anos, que levava um banner com uma foto da mulher.

A fotógrafa de eventos foi atacada por dois homens que pretendiam roubar seu Peugeot 207 na tarde de 19 de agosto. O assalto aconteceu quando ela deixava uma agência bancária na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, perto de onde morava. Maria Cristina levou um tiro. Perseguida pela BM, a dupla foi presa em flagrante em Alvorada. Daniel Pinheiro Teixeira, 36 anos, e Ramán Poroniczak Ramos, 29 anos, foram presos preventivamente.

– Espero que sejam condenados pelo que fizeram. Nosso protesto é por justiça, mas também para pedir mais segurança para todos e mais investimentos na polícia. Quantas vezes vi casos assim na televisão, mas jamais imaginei que pudesse passar por isso – comentou o viúvo.

Familiares e amigos participariam ontem de uma missa no bairro Sarandi, onde vivem os pais da fotógrafa, que era filha única.

Nenhum comentário:

Postar um comentário