Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

segunda-feira, 18 de junho de 2012

TRANSFERIDO JUIZ QUE AUTORIZOU ESCUTA E DETERMINOU PRISÃO DE CACHOEIRA

Juiz que determinou prisão de Cachoeira é transferido. Paulo Moreira Lima, que autorizou as escutas da operação Monte Carlo, foi para outra vara 

GLOBONEWS - 18/06/12 - 9h58

RIO - O juiz Paulo Moreira Lima, que autorizou as escutas telefônicas da operação Monte Carlo e determinou a prisão do bicheiro Carlos Cachoeira, foi afastado da 11ª Vara Federal em Goiás. 

Agora, um novo juiz terá que ler os 53 volumes do processo antes de tomar qualquer medida em relação ao processo. A decisão atrasa o andamento do caso. Moreira Lima foi transferido para a 12ª Vara Federal.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região, responsável pela transferência, informou que a troca foi feita porque magistrados vão sair de férias e Moreira Lima é juiz substituto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário