Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

quinta-feira, 11 de abril de 2013

LADRÕES ATACAM ESTACIONAMENTO AO LADO DO STF

CORREIO DO POVO 11/04/2013 17:03

Segurança do STF atira em assaltante em estacionamento.Três homens tentavam arrombar carros de servidores


Os seguranças do Supremo Tribunal Federal (STF) balearam um homem e prenderam outro após a tentativa de furtos de carros no estacionamento ao lado da Corte. Um terceiro suspeito conseguiu fugir. Por volta das 11h, conforme seguranças, três homens tentavam arrombar carros de servidores do STF ao lado do Panteão da Pátria. Apesar de a segurança no local ser de responsabilidade da Polícia Militar, os agentes do Supremo perceberam a movimentação e abordaram os suspeitos.

De acordo com o relato feito, um deles estava com uma faca e teria sido baleado quando o segurança suspeitou que ele sacaria a arma. O homem foi socorrido pela brigada do Supremo e depois levado pelo Samu para o hospital. Outro comparsa tentou escapar, mas foi capturado por seguranças da Corte. Um terceiro suspeito conseguiu fugir.

Nos estacionamentos próximos ao Supremo, já houve registros de furto. A segurança foi reforçada há alguns anos no tribunal e nos arredores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário