Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

INSEGURANÇA - BANDIDOS ASSALTAM CASA E TOMAM DE REFÉM MAGISTRADO, MULHER E FILHOS MENORES

Quadrilha assalta casa de juiz de Caxias do Sul e BM prende dois. Magistrado, a mulher e dois filhos menores foram mantidos reféns - Guilherme A.Z. Pulita - ZERO HORA 23/02/2011

Dois homens foram presos por participação no assalto à residência de um juiz da área cível de Caxias do Sul. O crime aconteceu no começo da noite de terça-feira, no bairro Cinquentenário. A dupla, e outros dois criminosos já identificados pela Polícia Civil, mantiveram o magistrado, sua esposa, que é advogada, e os filhos do casal refém.

Durante as buscas aos suspeitos, PMs abordaram um rapaz carregando uma mochila nas costas. Ele caminhava tranquilamente pela Rua Ferdinando Bedin, mas tentou correu quando viu a viatura da BM. Perseguido e capturado, o rapaz de 20 anos revelou ter participado do crime e levou PMs até o estacionamento do Hospital do Círculo. Lá, estava o Classe A roubado da casa do magistrado, um Focus, também roubado pela quadrilha e usado no roubo à moradia no Cinquentenário, e um Monza furtado.

O suspeito preso também delatou o paradeiro de um de seus comparsas. O segundo suspeito, um jovem de 22 anos, foi preso na divisa do 1º de Maio e do Jardim América. Ele estava com objetos roubados na casa e vestia uma jaqueta do magistrado. Os PMs ainda foram na casa de um terceiro suspeito, no bairro Século XX.

O rapaz havia fugido instantes antes. Na residência os policiais localizaram um computador, um videogame e as roupas que ele vestia no momento do roubo. Os dois presos foram encaminhados à 2ª Delegacia de Pronto-atendimento (2ª DPPA) e autuados em flagrante pelo crime. Os outros dois suspeitos não foram presos.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - A insegurança atinge a todos, indistintamente. Ninguém está seguro, seja nas ruas ou dentro de casa. Seja pobre, rico, autoridade ou cidadão comum, todos estão a mercê de uma bandidagem cada vez mais ousada diante das benevolências legais apadrinhadas por um Congresso ausente e da tolerância de um poder judiciário moroso e alternativo. Gostaria de saber os antecedentes destes bandidos para saber se não pertencem ao grupo beneficiado com regime semiaberto ou com outras condescendências alcançadas pelo Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário