Aqui você vai conhecer as mazelas que impedem o Poder Judiciário brasileiro de desembainhar a espada da severidade da justiça para cumprir a função precípua da aplicação coativa das leis. Sem justiça, as leis não são aplicadas e deixam de existir na prática. Sem justiça, qualquer nação democrática capitula diante de ditadores, corruptos, bandidos, rebeldes, justiceiros, imorais e oportunistas. O Brasil precisa de uma justiça coativa, proba, célere, séria, confiável e comprometida com as questões nacionais, de direito e de ordem pública, integrada no Sistema de Justiça Criminal.
- Veja no rodapé deste blog a justiça que queremos e a que não queremos no Brasil

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

TENHO ESTRESSE, DIZ JUIZ VIAJANTE

G1 30/10/2013 22h02

'Tenho estresse', diz juiz que tirou licença e postou foto em praia do Peru. Guilherme Melo Cortez recebeu licença de 22 dias para tratamento médico. Juiz afirmou que recebeu licença médica de uma psiquiatra.

Do G1 RN


Guilherme Cortez posta mensagens sobre a viagem
(Foto: Reprodução/Twitter)

De licença médica da Justiça do Rio Grande do Norte por 22 dias, o juiz Guilherme Melo Cortez postou em redes sociais fotos em praias do Peru. Titular da 2ª Vara Especial Cível da Comarca de Natal, o magistrado teve a licença concedida nesta terça-feira (29) em portaria assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Aderson Silvino. A medida liberava o juiz do expediente no período de 14 de outubro a 4 de novembro.

Em nota, Guilherme Cortez disse ao G1 que vem sofrendo com estresse. "Vim ao Peru para descansar. Venho sofrendo um problema de estresse e a minha médica, uma psiquiatra, recomendou a prorrogação de minhas férias, inclusive estimulando a prática de esportes. Ela me forneceu atestado médico para licença de 15 dias".

Em fotos e postagens nas redes sociais, Guilherme Cortez aparece posando com amigos nas praias peruanas, onde praticou surf. "Eu e meu primo irmão Thiago Cortez ontem depois da caída Top em Pepinos, pico show a 150 km de Punta (sic)", diz uma das mensagens em uma foto com o primo e advogado Thiago Cortez. Após a repercussão do caso, o magistrado apagou as outras fotos que postou.
Juiz aparece em foto ao lado do primo Thiago
Cortez em praia do Peru
(Foto: Reprodução/Instagram)

No Twitter, o magistrado fala sobre a viagem desde o dia 21 de outubro. "Ultima caída..#foco#peru2013 (sic)", diz uma das mensagens. Em outra postagem, no dia 25 de outubro, Guilherme Cortez diz estar a caminho de Puerto Viejo, uma cidade da costa peruana. "Partiu Puerto Viejo..Bom dia Brasil..Peru 2013.#placidotours#surftrip#", diz a mensagem.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte informou, através da assessoria de comunicação, que "a licença foi concedida baseada no atestado médico apresentado pelo magistrado, dentro dos procedimentos normais previstos na legislação".

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Que os juízes brasileiros estão estressados, não resta a menor dúvida. A pergunta que faço é o que os magistrados e o Judiciário estão fazendo para reduzir a carga burocrática, impedir as distorções e sanar as mazelas do poder e a insuficiência de juízes, funcionário e varas para atender a alta demanda por justiça, agilizar os processos, reduzir recursos, diminuir prazos e descentralizar o transitado em julgado? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário